segunda-feira, 14 de junho de 2010

Rick Astley - Never Gonna Give You Up (Eddie Valdez Mix)

Era 1987 e aconteceu comigo a mesma história que rolou com muita gente.
Depois de ouvir no sábado à noite o programa de rádio, que eu mais curtia na época, encontrei a turma lá da rua, amigos de infância e todos eles tinham o mesmo vício. Imediatamente veio de um deles o comentário que eu ia fazer: "Você ouviu a música nova que tocou de um negão? Era assim: "Never gonna give, never gonna give"...Isso no alto do nosso mais precário inglês, claro.
Similaridades vocais com gente como Colonel Abrahms, Keith Nunnally e outros ídolos nossos na época à parte, eu jamais imaginaria que aquele "negão" se tornaria alguém tão popular, afinal, era tanta música na época e a maioria absoluta que tocava no programa não passeava em programação normal de rádio, eram músicas genuinamente de pista, não música pop, tanto que o trecho que o meu amigo citou foi do Remix da época.
Richard Paul Astley, inglês de Newton-le-Willows, Merseyside, era membro de uma banda chamada FBI, ofício que associava ao de ser motorista da empresa de jardinagem de seu seu pai. Vou dar um "fast forward", porque a história dele é longa...Enfim, Rick vendeu mais de 40 milhões de discos. A MTV criou um prêmio pra homenagear um artista que seria o melhor artista de todos os tempos ("Best Act Ever") e ele foi mais uma vez o abençoado.
Nos últimos anos apareceu um fenômeno na internet chamado "Rickroll", que consiste em aparições em lugares inusitados de alguém cantando "Never Gonna Give You Up", uma das primeiras foi justamente com o próprio, no dia de ações de graça da loja Macy's, tradicionalíssimo evento americano.
Depois de um hiato, que durou de meiados da década de 90 até 2000, quando ele reapareceu com a maravilhosa "Sleeping", ele não pára, se apresenta frequentemente em vários lugares no mundo e hoje aos 44 anos continua com a sólida carreira e de música nova, "Lights Out".

23 anos depois de ter ouvido a música pela primeira vez, ela reaparece de roupa nova, sem os adereços do saudoso trio de Hitmakers Stock, Aitken e Waterman, mas um pouquinho mais moderna, numa linguagem adaptada ao som House de hoje.

8 comentários:

Cristian Silva. disse...

Saudações Eddie Mestrez,

Uma perola como "Never Gonna Give You Up" tem que ser ouvida eternamente, agora imagine com essa nova roupagem feita por você? Show de bola, parabéns, eu sabia que esse seria o resultado final, valeu a pena esperar tanto, e por falar nisso como sempre vai para o case pra tocar e não guardar, abração Edvaldo.

Cristian.

Soulful disse...

Grande Eddie. Um remix fino. Classudo. Digno de Rick Astley. Você consegue surpreender a cada remix que faz. Tu é o cara!

SILVIO SALGADO disse...

Hey DJ!

Essa música foi uma ''divisora de águas'' pra mim (e pra muita gente, creio). Me lembro de tê-la ouvido num rádio de carro...e liguei pra rádio (TRANSAMÉRICA RJ) pra saber o nome, já que havia me escapado a locução.

No embalo deste clássico vi um ressurgimento ativo da noite carioca, que duraria até 91/92 ...dps... bem... ficou nesse marasmo aí..rs

Abs!

ansdones disse...

Meu guru, vou te falar, um dia antes de eu receber seu e-mail com esta magnifica música, eu havia assistido a um episódio do desenho Family Guy, ou Familia da Pesada em que o Bryan, o cachorro da casa, cantava esta música.
Muito obrigado e novamente excelente trabalho!
Abraço e fica com Deus.

Dj Junior Amorim disse...

Fantastico !!!!

remix de classicos sao dificeis de agradar pra djzada que sempre olha torto kkkkkkkk

mas esse nao tem como torcer o pescoço ... ahauhauahuaha

abraço.

Amorim.

CNS disse...

Salve DJ Eddie,

Roupagem super moderna de um clássico. Parabéns!

Cyro

Klinger disse...

Só mesmo Eddie Valdez pra trazer de volta esse clássico, com uma roupagem pra agradar os saudosistas e os mais novos também!!!
Ficou classuda demais!
Parabéns!

Blog DJ Edvaldo Jr disse...

Valeu, turma.
O Remix tem tocado bastante, o que é um mérito muito, mas muito maior do artista e da popularidade da música do que meu.
Grato por terem curtido mais este.
Abração!

Edvaldo Jr